Contato: (79) 99165-7758 - Atendimento: Prontoclínica Ortopédica | Hospital Unimed  | Instituto San Giovanni

Prótese de joelho

11/07/2018

A prótese de joelho é um procedimento indicado para os pacientes com diagnóstico de artrose do joelho, que não tiveram melhoras com o tratamento sem cirurgia (medicamentos, fisioterapia, viscocuplementação, entre outros).

Geralmente é realizado entre 50 e 80 anos de vida, mas pode ser feito em qualquer faixa etária, a critério do médico ortopedista. Alguns paciente mais jovens tem indicação de realização do procedimento, por exemplo, em virtude de um quadro de artrite juvenil com intensa destruição articular ou como consequência de graves traumas com lesão importante da articulação do joelho.

Nos Estados Unidos, estima-se que são realizados cerca de 600.000 procedimentos/ano (dados da AAOS - Associação Americana de Cirurgiões Ortopédicos).

Mais comumente, a artroplastia é indicada para casos de artrose idiopática.

 

 

A artrose é uma doença articular que envolve um intenso componente inflamatório e está associada a um quadro degenerativo articular. Pode envolver qualquer articulação, mas mais comumente é observada em grande articulações que suportam o peso corpóreo, como os joelhos, os quadris e a coluna vertebral. Alguns fatores estão mais associados a artrose:

- Sexo: mais comum no sexo feminino;

- Idade: mais comum acima dos 50 anos;

- Peso: Sabe-se que um elevado peso corpóreo é um importante fator mecânico, que contribui para a piora do quadro de desgaste;

- Heredeitariedade: alguns componentes genéticos já foram associados ao surgimento do quadro;

- Trauma: a artrose pode ser resultado de um grave trauma articular, com destruição da cartilagem.

 

Independente da causa, para a indicação e realização da cirurgia, alguns exames são fundamentais: o exame clínico pelo médico ortopedista cirurgião de joelho (mais importante); radiografias do joelho (AP - de frente; Perfil - vista lateral; Axial - vista da relação entre a patela e o fêmur; Rosenberg - radiografia de frente com carga e inclinação de 45 graus; Panorâmico dos membros inferiores - para avaliar o eixo dos membros inferiores; entre outras).

 

Além disso, para o planejamento pré-operatório, são fundamentais: exames laboratoriais, exame de urina (para afastar a possibilidade de infecção urinária), avaliação cardiológica (avaliação clínica e exames para determinação do risco cirúrgico) e avaliação odontológica (para afastar focos de infecção periodontal).

 

 

 

O QUE ESPERAR COM A CIRURGIA: 90% dos pacientes que passam pela cirurgia cursam com melhora da dor, correção do alinhamento do membro inferior e melhora funcional importante. O nível de atividade pode retornar ao status pré-artrose, no entanto, a maioria dos médicos não recomenda a realização de atividades de impacto, uma vez que essas estão associada a desgaste mais rápido dos componentes da prótese.

Atividades como caminhada, natação, ciclismo, dança de salão, golf, dirigir veículos e outras atividades de baixo impacto podem ser realizadas sem maiores problemas (após respeitado o período de reabilitação determinado pelo cirurgião).



Veja também

A criança senta em

A criança senta em "W". O que fazer?

04/01/2019 - A posição em W é aquela na qual a criança (mais comumente entre 3 e 6 anos) senta com os quadris voltados para dentro e as perninhas...

Prótese de joelho

Prótese de joelho

11/07/2018 - A prótese de joelho é um procedimento indicado para os pacientes com diagnóstico de artrose do joelho, que não tiveram melhoras com ...

Entrevista GAZETA HOJE

Entrevista GAZETA HOJE

04/07/2018 -     Entrevista com o Dr. João Bourbon sobre o perigo dos atletas de finaisde semana Você costuma bater aquela pelada no final de sem...

O que é bursite?

O que é bursite?

02/07/2018 - Bursite é uma inflamação ou irritação de uma bursa, que é um saco cheio de líquido localizado em torno das ...